Só não se perca ao entrar no meu infinito particular...

Só não se perca ao entrar no meu infinito particular...

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009


' E tô achando bom, tô repetindo que bom, Deus, que sou
capaz de estar vivo sem vampirizar ninguém, que bom que sou forte, que bom que suporto, que bom que sou criativo e até me divirto e descubro
a gota de mel no meio do fel. Colei aquele “eu te amo” no espelho. É pra mim mesmo".