Só não se perca ao entrar no meu infinito particular...

Só não se perca ao entrar no meu infinito particular...

domingo, 2 de outubro de 2011




A verdade é que quando você volta, eu mando você ir embora de novo. E quando você vai embora, eu quero que você volte mais uma vez. É que quando você volta, eu me lembro que as coisas nunca vão ser do jeito que eu queria, e aí eu tenho certeza que se for assim eu fico melhor sozinha. E quando você vai embora de novo, eu me lembro que eu prefiro te ter pelo menos por perto do que não te ter de qualquer jeito.
Caio Fernando Abreu



Imagem do filme "Viola di mare"

2 comentários:

Anônimo disse...

Dentro de mim
Há tristeza sem fim
E eu preciso encontrar minha paz
Pra sorrir ou chorar
Tanto faz
Pra lembrar de nós dois
E deixar essa dor me deixar te dizer

Ai, como eu gostaria de te encontrar
Pra falar de amor, pra falar..

Luciane disse...

Sabe que as vezes me acho uma pessoa estranha, póis esse texto é exatamente do jeito que sou rsrsr,parábens pela sua postagem.
Abraços